top of page

Variante Delta é identificada em 181 municípios brasileiros


A variante Delta do novo coronavírus foi identificada em 181 cidades brasileiras durante um levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM). O número é equivalente a 7,7% das 2.344 cidades pesquisadas. Além disso, 24% dos municípios tem ao menos 50% das pessoas com o ciclo vacinal contra a Covid-19 completo. O resultado do estudo foi divulgado pela Agência Brasil nesta sexta-feira (3).

Segundo a pesquisa, 16 municípios (0,7%) vacinaram mais de 90% dos adultos com as duas doses ou dose única; 96 cidades (4,1%) imunizaram entre 70% e 90% da população adulta, 450 municípios (19,2%) entre 50% e 70%, 1.270 cidades (54,2%) entre 30% e 50% e 394 municípios (16,8%) entre 10% e 30%.

Além disso 463 cidades (19,8%) já imunizaram mais de 90% das pessoas maiores de 18 anos com a primeira dose, 1.135 (48,4%) de 70% a 90%, 563 indivíduos (24%) de 50% a 70% e 91 (3,9%) de 30% a 50%.

Entre as cidades consultadas, 14 delas (0,6%) estão imunizando com a primeira dose pessoas de 30 a 34 anos, 89 (3,8%) estão na faixa etária de 25 a 29 anos, 1.669 (71,2%) estão na faixa de 18 a 24 anos e 556 (23,7%) já estão aplicando vacinas em pessoas de 12 a 17 anos.

Já entre as administrações municipais, 367 afirmaram ter ficado sem vacina contra a Covid-19 nesta semana, o equivalente a 15,7%. Outros 1.900 (81,1%) não informaram ter passado pelo desabastecimento de imunizantes, enquanto 73 (3,3%) não responderam à pergunta.

Em 795 municípios (33,9%) houve redução do número de casos de Covid-19, em 473 (20,2%) não foram registrados novos casos, e em 681 (29,1%) os casos se mantiveram estáveis.

O levantamento também analisou os registros de mortes por Covid-19. Em 1.621 (69,2%) não foram registrados novos óbitos, em 303 (12,9%) a situação se manteve estável, em 229 (9,8%) houve queda e em 128 (5,5%) foi detectado aumento de vidas perdidas.

Foi perguntado novamente sobre a manutenção de medidas de distanciamento social, com 1.130 (48,2%) das cidades com alguma forma de restrição de horário das atividades não essenciais. Outras 1.145 (48,8%%) responderam não ter lançado mão deste recurso durante a pandemia.

O levantamento também analisou os registros de mortes por Covid-19. Em 1.621 (69,2%) não foram registrados novos óbitos, em 303 (12,9%) a situação se manteve estável, em 229 (9,8%) houve queda e em 128 (5,5%) foi detectado aumento de vidas perdidas.

Foi perguntado novamente sobre a manutenção de medidas de distanciamento social, com 1.130 (48,2%) das cidades com alguma forma de restrição de horário das atividades não essenciais. Outras 1.145 (48,8%%) responderam não ter lançado mão deste recurso durante a pandemia.


Informações / Bahia Notícias


תגובות


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page