Vanádio de Maracás é indicado ao 23º Prêmio de Excelência da Indústria Minero Metalúrgica



A premiação destaca o “Estudo geometalúrgico da influência do material pegmatítico no blend de minério produzido no Alvo Gulçari A da Vanádio de Maracás”. O trabalho registra o resultado de uma pesquisa que buscou uma nova solução para otimizar o processo de separação do material magnético do material estéril. As equipes envolvidas identificaram aumento da qualidade e da produtividade, além de redução do uso de reagentes químicos. Ainda em fase experimental, a inovação deve ser colocada em prática a partir do ano que vem.

O estudo foi apresentado por Leonardo Rangel, coordenador de geologia da mineradora. “O principal ganho para a empresa é estar entre as melhores do Brasil. E, para os funcionários, essa visibilidade também funciona como um motivador”, diz Rangel, que contou com o apoio de uma equipe de mais cinco pessoas, entre estagiários, auxiliares e geólogos: Rosa Oliveira, Antônio Santos, Charles Silva, Samile Regis e Fábio Damasceno.

Os projetos indicados serão apresentados em uma cerimônia de premiação durante o XII Workshop OPEX - Redução de Custos, Aumento de Produtividade e Otimização de Processos na Mina e na Planta, nos dias 01 e 02 de setembro, em Minas Gerais. Além de contar com um júri independente composto por especialistas no setor da indústria mineral, o evento deve reunir equipes técnicas e gerenciais das 200 maiores minas brasileiras, que farão um intercâmbio de suas experiências de sucesso.


Informações/Darana RP



vertical (1).png
Publicidade
vertical.png