top of page

Rede de apoio é essencial na prevenção ao suicídio, ressalta ministra da Família


No Brasil, todos os anos, 14 mil casos de suicídio são registrados. De acordo com dados da campanha Setembro Amarelo, realizada desde 2014, pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), essa é a quarta principal causa de mortes entre jovens de 15 a 29 anos.

Em entrevista à Voz do Brasil, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto, ressaltou o papel das redes de apoio, seja a família ou amigos, na identificação de sinais comportamentais, principalmente em crianças e jovens, que podem levar ao suicídio.

"A gente vem instigando a sociedade a observar os sinais. E, nesse ano, a gente vem querendo envolver a família, para que observe os sinais. Aqueles que estão em depressão querem acolhimento, precisam ser ouvidos. Não ignore sinais, principalmente de crianças e aqueles que estão na adolescência", disse a ministra.

O quadro, segundo a titular do MMFDH, foi agravado com a crise sanitária do novo coronavírus. "Infelizmente a pandemia nos trouxe um agravamento na saúde mental de todos os brasileiros e tem atingido crianças a partir de seis anos de idade. A faixa etária dos brasileiros que são afetados por tentativas de suicídio ou suicídio é de 11 a 19 anos. O perfil masculino prevalece. E a gente tem se preocupado muito com isso. A gente precisa falar sobre suicídio e automutilação", afirmou.

O isolamento, mudanças na alimentação e no sono, automutilação, autodepreciação, interrupção de planos e abandono de estudo e emprego são alguns dos sinais.

"A gente sempre orienta que procurem os centros de atenção psicossocial (Caps), os Cras, um hospital. Se houver qualquer sinal de que a pessoa tentou o suicídio, chame o Samu, chame o Corpo de Bombeiros. O Corpo de Bombeiros tem sido nosso grande parceiro", explicou Cristiane Britto. As informações são da Agência Brasil.

Informações / Bahia Notícias

Comments


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page