PRF realiza fiscalização de ultrapassagem em trechos da Delegacia de Jequié (BA)


Entre os dias 26 e 28 de julho, policiais rodoviários federais realizaram intensa fiscalização de ultrapassagem nas rodovias federais sob circunscrição da Delegacia de Jequié, distante 370 quilômetros de Salvador. Em três dias de fiscalizações, foram flagrados 453 motoristas ultrapassando em local proibido.

Esse tipo de ultrapassagem é responsável pela maioria dos acidentes do tipo colisão frontal, onde o motorista não consegue efetuar em tempo a manobra de ultrapassagem ou força a ultrapassagem, colidindo frontalmente com o veículo que está trafegando no sentido contrário. A colisão frontal é o tipo de acidente que mais fere gravemente e mata pessoas em rodovias do país inteiro, além de ocasionar perdas irreversíveis.

A infração de ultrapassar em faixa amarela contínua é infração gravíssima, com multa de R$ 1.467,35 e rende 7 pontos na carteira. Em caso de reincidência em 12 meses, a multa é dobrada.

Na Operação Christophorus foi empregado um efetivo de 24 policiais rodoviários federais, distribuídos em 18 equipes de trabalho, que totalizaram quase 85 horas de trabalho.

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos outros veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Estas são algumas das principais orientações da PRF para reduzir o risco de acidentes.

  • Confira as dicas da PRF para realizar uma ultrapassagem de forma segura Conheça seus limites e os limites de seu veículo (Domino essa manobra? Meu carro tem a potência que preciso para executar a ultrapassagem de forma segura? Sei o que fazer diante da aproximação de um veículo em sentido oposto?); Para ultrapassar o veículo à sua frente, o motorista precisará conduzir mais rápido que ele. Então avalie a velocidade em que ele está e o limite de velocidade da via para decidir se, de fato, a ultrapassagem é necessária; Antes de começar a ultrapassagem, confira no retrovisor se algum veículo atrás não iniciou a manobra antes. Se sim, dê a preferência para o outro veículo e aguarde o momento oportuno para realizar a manobra; Só ultrapasse se estiver seguro. Se tiver dúvidas, evite fazer a ultrapassagem, pois nem sempre é possível ‘voltar’ com segurança após uma ultrapassagem iniciada e mal calculada; Não ultrapasse em faixa contínua, sinalização típica de locais com pontes e trechos de visibilidade restrita (curvas e aclives); A ultrapassagem deve começar e terminar na faixa seccionada (tracejada); Sinalize com antecedência aos demais motoristas sua intenção de ultrapassar (use a seta da esquerda); Quando for retornar para sua faixa, lembre-se de acionar a seta da direita que só deve ser desligada ao final da ultrapassagem; Mantenha a distância de segurança (atrás, não grude para ‘pegar o vácuo’ e ao ultrapassar, não retorne ‘raspando’ no veículo ultrapassado).

Informações/Marcos Cangussu





Tags:

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png