top of page

Navio com surto de Covid-19 muda rota para não atracar em Salvador


Depois de passageiros serem proibidos de desembarcar do navio Costa Diadema, que estava ancorada no porto de Salvador com dezenas de casos de covid entre tripulantes e passageiros, um outro cruzeiro com surto de covid estava se preparando para desembarcar na capital baiana nesta segunda-feira (03) . De acordo com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), trata-se do navio MSC Seaside, que está em nível 3 de situação epidemiológica, o que caracteriza surto.


Segundo a Sesab, 46 casos de covid foram confirmados no cruzeiro, que mudou a rota para a cidade de Santos, no litoral paulista. Segundo a Anvisa, no entanto, não é possível afirmara quantidade exata de infectados.


Ainda de acordo com a Anvisa, em 55 dias de temporada, até 25/12, foram 31 casos confirmados de Covid-19 entre tripulantes e passageiros das cinco embarcações que operam no Brasil. Nos últimos 9 dias (26/12 a 3/1), houve um crescimento de 25 vezes: 798 casos foram confirmados, dentre os quais 60% em tripulantes.


Na noite dessa segunda-feira (3), as companhias de cruzeiros decidiram suspender suas operações no Brasil até o próximo dia 21, segundo comunicado feito pela Associação Brasileira de Navios de Cruzeiros (Clia). A decisão tem consonância com o posicionamento da Anvisa, que reforçou a “urgência” em acabar com temporada de cruzeiros após surtos de covid em navios.


Na Bahia, a Anvisa acatou pedido feito pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), para a suspensão temporária dos navios de cruzeiro nos portos de Salvador e Ilhéus, o que impede a operação e atracação de qualquer embarcação no estado.


Informações / Metro 1

Comments


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page