top of page

Ministério Público vai investigar denúncias sobre comunidade terapêutica de Pastor Isidoro


O Ministério Público da Bahia (MP-BA) vai apurar as denúncias de internos da Fundação Doutor Jesus, localizada em Candeias, na Região Metropolitana de Salvador, de que a instituição aplica uma rotina de castigos com banho de 25 segundos e dias comendo apenas arroz. O assunto foi revelado pelo Fantástico, no domingo (19).


A Fundação Doutor Jesus é uma das comunidades terapêuticas que recebem dinheiro do Poder Público para acolher dependentes químicos.


Segundo dados do portal transparência Bahia apontam que o Instituto de Defesa dos Direitos Humanos Doutor Jesus recebeu da Secretaria Estadual de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social mais de R$ 85 milhões, entre os anos de 2015 e 2022.


Informações / Metro 1

Comentarios


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page