top of page

Lula nomeia o influenciador Felipe Neto, para grupo de trabalho contra discurso de ódio


O governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criou nesta quarta-feira (22) um grupo de trabalho, que será presidido pela ex-deputada Manuela D’Avila e tem o influenciador digital Felipe Neto entre os integrantes, para apresentar “estratégias de combate ao discurso de ódio e ao extremismo” e propor políticas públicas sobre o tema.

O grupo de trabalho, composto por cinco representantes do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania e por 24 representantes da sociedade, foi instalado por meio de portaria publicada no Diário Oficial da União.

O GT terá duração de 180 dias, com a possibilidade de prorrogação. Ele será responsável por assessorar o ministro Silvio Almeida, realizar estudos, debater estratégias e propor políticas públicos de combate ao ódio e ao extremismo.


Além de Manuela D’Ávila, que foi candidata a vice-presidente da República em 2018 na chapa encabeçada pelo petista Fernando Haddad, e de Felipe Neto, forte opositor do governo Jair Bolsonaro (PL) nas redes sociais, o grupo tem entre seus integrantes a antropóloga Debora Diniz, o psicanalista Christian Dunker e o epidemiologista Pedro Hallal.

Também fazem parte da lista o especialista em relações internacionais Guilherme Casarões, o historiador Michel Gherman e a antropóloga Rosana Pinejr.

A Advocacia-Geral da União, Secretaria de Comunicação Social da Presidência e os ministérios da Educação, da Igualdade Racial, da Justiça e Segurança Pública, das Mulheres e dos Povos Indígenas foram convidados a indicar representantes para participar do GT.


Informações / CNN

Foto: Divulgação

Comentarios


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page