top of page

Léo Santana desabafa após alteração em decreto e ironiza: 'Outubro a pandemia acaba'



Léo Santana não escondeu a indignação com a atualização do decreto estadual que proíbe a realização de festas durante o período do Carnaval.

Em suas redes sociais, o cantor, que desde o início da pandemia vem tecendo críticas na forma como o Governo vem se posicionando em relação ao setor de eventos, disse não estar surpreso com a decisão.

"Mais um decreto né? Festa nenhuma mais no período do Carnaval, assim disse nosso governador. Zero festa. Aí depois do período do Carnaval, eu acho né, deve voltar as festas... Ou não. É rapaz, se eu tô surpreso? Óbvio que não, nada mais que vem de lá me surpreende".

No desabafo, o artista se referia a atualização anunciada pelo governador Rui Costa que foi publicada na manhã desta terça (15) no Diário Oficial (leia aqui).

O cantor ainda ironizou as aglomerações no período eleitoral e afirmou que em outubro, mês das Eleições gerais no Brasil, é a data do fim da pandemia.

"Infelizmente temos que seguir. Vamos fazer o quê? Não adianta vir aqui falar, não adianta expor nossas opiniões e ideias, porque entra em um ouvido e sai pelo outro. Não nos ouve, não nos atende. Não tem um diálogo. Vamo que vamo. Mas em outubro eu creio, eu acho que outubro a pandemia acaba. 'Por que você acha que é em outubro?', óbvio, eleição!".


O artista teve a edição de 2022 do Baile da Santinha cancelado devido à alteração no decreto estadual que reduziu a capacidade de público em evento. O plano B de Léo, a festa 'Ensaios de Verão', também foi cancelada após uma nova redução.

Sem shows em Salvador, o artista se apresenta de forma reduzida em alguns locais da Bahia, mas os projetos maiores são realizados apenas fora do estado.


Informações / Bahia Notícias


Comments


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page