top of page

Governo Bolsonaro decreta sigilo de 100 anos em visitas de Michelle


O governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) decretou sigilo de 100 anos as visitas recebidas pela primeira-dama Michelle Bolsonaro no Palácio da Alvorada.


Segundo o jornal Estado de S. Paulo, também foram consideradas informações sigilosas: a prisão do ex-jogador Ronaldinho Gaúcho no Paraguai e a carteira de vacinação do presidente da República.


A alegação para se pôr em sigilo foi de que os documentos continham informações pessoais. “É o governo da opacidade generalizada”, disse a gerente de projetos da Transparência Brasil, Marina Atoji, em entrevista ao diário paulista. ”São coisas que o governo não gostaria de mostrar", acrescentou.


Informações / Metro 1

Comments


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page