top of page

Gillette ofereceu R$500 mil para Aloízio Mercadante raspar o bigode; petista recusou a proposta


O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante (PT), contou ao jornalista Julio Wiziack, do jornal Folha de S.Paulo, que a empresa de lâminas de barbear Gillette ofereceu R$500 mil para que ele raspasse seu bigode, proposta recusada pelo petista.


"Disse para eles que jamais tiraria meu bigode por dinheiro", explicou ele. O assunto surgiu durante o programa Roda Viva dessa segunda-feira (15). Segundo ele, o bigode é uma questão simbólica.


"É uma forma de dizer o seguinte: passei por muitas coisas na vida, mudei muito, mas algumas coisas eu não entrego", disse. "Tem princípios que a gente não negocia e não muda. Tem de ter coerência na vida e tem que ter compromisso". O presidente do BNDES não especificou quando a proposta foi feita, mas declarou que nunca rasparia o bigode por dinheiro.


Informações / Metro 1

Foto: Agência Brasil

Comments


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page