top of page

Escola Militar de Maracás não será afetada com a decisão do governo federal; entenda


Com o anúncio do governo federal do encerramento do Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, criado pela gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro, gerou uma grande preocupação e curiosidade a respeito do Colégio da Polícia Militar de Maracás.


A título de esclarecimento, trouxemos informações para despreocupar pais e alunos.


Segundo informações de fonte ligada ao CPM, ao que tudo indica, O COLÉGIO MILITAR DE MARACÁS NÃO VAI SER AFETADO COM A DECISÃO DO GOVERNO FEDERAL; entenda


O Colégio Militar de Maracás, localizado na Escola Municipalizada Renato Vaz Sampaio é resultado de um Termo de Cooperação Técnica firmado entre a PMBA e a Prefeitura de Maracás, em dezembro de 2018 e que foi entregue à população em fevereiro de 2019.


O programa que foi finalizado é um programa sob gestão das Forças Armadas, onde policiais das Forças Armadas deixavam de atuar em sua área para atuar na educação. O MEC disse que não houve resultados positivos.


O modelo de ensino aplicado em Maracás, por exemplo, é o Vetor - GESTÃO COMPARTILHADA DE ENSINO. Programa que envolve a Polícia Militar da Bahia e as Prefeituras Municipais através das Secretarias Municipais de Educação, onde atuam os professores da rede municipal. Vale acrescentar que o Colégio foi avaliado após dois anos e foi apontado bons resultados.


Os CPM's que ficam sob a responsabilidade do Governo do Estado, também não vão sofrer nenhuma alteração, pois os professores deste modelo de ensino são civis da rede estadual.


“Importante frisar que o Programa que está sendo encerrado é o de iniciativa do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa, ou seja, distinto do 'Projeto Escolas de Gestão Compartilhada'. Este modelo de ensino é avaliada após dois anos de inauguração.

Opmerkingen


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page