top of page

Bolsonaro cumprimenta Alckmin durante reunião de transição no Planalto; governo vai colaborar


O vice-presidente eleito do Brasil, Geraldo Alckmin (PSB), passou algumas horas no Palácio do Planalto, nesta quinta-feira (3/11), e chegou a encontrar rapidamente Jair Bolsonaro (PL). O presidente saiu da residência oficial, o Palácio da Alvorada, por volta das 14h30, passou meia hora no Planalto e voltou ao Alvorada.


Alckmin, coordenador da transição entre os governos, falava com a imprensa quando Bolsonaro chegou e, após a coletiva, subiu até o quarto andar, onde fica o gabinete presidencial, e teve rápida conversa com o presidente.

O encontro não estava agendado e foi uma surpresa para Alckmin, que iria embora naquele momento, mas foi chamado por assessores de Bolsonaro.


De acordo com fontes presentes, Bolsonaro cumprimentou Alckmin pela vitória eleitoral e reforçou que o governo vai colaborar com a transição. O encontro durou cerca de 5 minutos.


“Conversa proveitosa”

Na tarde desta quinta-feira (3/11), o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, recebeu o vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin (PSB); a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann; e o ex-ministro Aloizio Mercadante. O ministro da Secretaria-Geral, Luiz Eduardo Ramos, também participou. A reunião, que ocorreu no Palácio do Planalto, marca o início do processo de transição do governo Jair Bolsonaro (PL) para a gestão do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT).


Na ocasião, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) foi designado como local para abrigar o gabinete de transição. Segundo Alckmin, Gleisi e Mercadante deverão visitar as instalações nesta sexta-feira (4/11) e o início dos trabalhos será na segunda-feira (7/11).


Antes da agenda na Presidência, Alckmin se encontrou com o relator-geral do Orçamento, senador Marcelo Castro (MDB-PI). Na ocasião, a equipe do presidente eleito defendeu a criação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de Transição. A expectativa é que a iniciativa consiga abarcar as despesas urgentes para 2023; entre elas, o pagamento do Bolsa Família no valor de R$ 600.


Informações / Metrópoles

Comments


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page