top of page

Bolsonaristas tentam invadir prédio da Polícia Federal e incendeiam carros e ônibus em Brasília


Apoiadores radicais do presidente Jair Bolsonaro (PL) tentaram invadir o prédio de Polícia Federal e deflagraram uma série de atos de vandalismo em Brasília na noite de segunda-feira (12). Carros e ônibus foram danificados e incendiados. A Polícia Militar entrou em confronto com os bolsonaristas.


Os ataques começaram depois de o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), ministro Alexandre de Moraes, determinar a prisão temporária de José Acácio Serere Xavante, pelo prazo de dez dias, por suspeita de ameaça de agressão e de perseguição contra o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O Cacique teria incitado manifestantes a pedir intervenção Militar e atentado armado contra o presidente eleito.


Os atos contra a prisão foram convocados nas redes bolsonaristas. No entorno da sede da PF, uma movimentada área com shoppings, hotéis e empresas —inclusive de comunicação—, ônibus e carros foram incendiados e tiveram seus vidros quebrados. Os atos se assemelharam à tática black bloc. Policiais federais e militares do Distrito Federal usaram bombas de gás lacrimogêneo e balas de borracha. Bolsonaristas revidaram com pedras.


Informações / CNN

Foto: CNN

Comments


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page