top of page

445 mil jovens tiraram título de eleitor em março, alta de 28% no mês


O país ganhou 445,5 mil eleitores jovens em março, uma alta de 28% em comparação ao mês anterior. O crescimento é resultado de uma campanha do Tribunal Superior Eleitoral TSE que alcançou 88 milhões de pessoas e contou com apoio de instituições governamentais, artistas e clubes de futebol. O balanço será informado pelo presidente do TSE, ministro Edson Fachin, aos colegas na sessão do plenário da corte nesta terça-feira (5/4).


Dos 445,5 mil novos títulos eleitorais de jovens em março, a maior fatia, 156 mil, foi solicitada para pessoas de 17 anos, que ainda não são obrigadas a votar. O maior número de pedidos aconteceu entre os dias 24 e 25 de março, quando o TSE emitiu 90 mil novos títulos para essa faixa etária.


Cerca de 10 milhões de brasileiros terão entre 16 e 17 anos no primeiro turno da eleição, em 2 de outubro, e poderão ir às urnas pela primeira vez. O voto só é obrigatório para eleitores acima de 18 anos. O prazo para emitir o título de eleitor acaba daqui a um mês, em 4 de maio.


Batizado de RolêdasEleições, o tuitaço do TSE no mês passado teve apoio da PGR, do STF, de influenciadores digitais e até dos maiores clubes de futebol do país. Fachin enviou cartas ao presidente do Supremo, Luiz Fux, e ao procurador-geral da República, Augusto Aras, pedindo apoio à campanha.


Informações / Metrópoles

Comments


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page