top of page

PF faz busca contra suspeito de usar nomes de Neymar e Luciano Hang para receber auxílio emergencial


A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta terça-feira (27), um mandado de busca e apreensão na Grande Fortaleza contra um suspeito de aplicar golpes para receber o auxílio emergencial do governo federal utilizando dados de figuras públicas como o jogador Neymar, o empresário Luciano Hang e o ministro da Economia, Paulo Guedes. O investigado abriu contas fraudulentas na Caixa Econômica Federal para obter o benefício de R$ 600. Nenhum dos citados tem envolvimento com os crimes.

Sobre as investigações, a Caixa Econômica Federal afirmou para o G1 que como trata-se de demanda de investigação da Polícia Federal, o órgão não emite nota sobre o assunto.

No endereço do suspeito, foram apreendidos aparelhos celulares, com os quais realizava as transações, e documentos. Ele morava em Maracanaú, onde foi cumprido o mandado de busca e apreensão. Em uma das ações, de acordo com as investigações, o homem abriu duas contas usando os dados de Neymar, sendo uma delas com o objetivo de receber o auxílio.

Segundo a PF, também foi identificada aprovação do benefício em nome de Luciano Hang, cujo valor foi transferido para a conta fraudulenta aberta com as informações de Neymar, nos meses de abril e maio deste ano.

Informações/G1

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page