Jequié: Homem surta, invade cemitério e retira corpo da mãe

29.07.2020

  Um fato curioso chamou atenção da população de Jequié, na região sudoeste da Bahia, no último domingo, dia 26 de julho. Um homem de prenome Paulo, residente no bairro Joaquim Romão sofreu um surto psicótico e invadiu o cemitério São João Batista onde retirou o corpo da mãe da sepultura e abraçou o cadáver. Segundo informações, o homem teria retirado o caixão para conferir se realmente teria sido sua genitora sepultada no local.

 

  Os funcionários da necrópole depararam na manhã seguinte com o caixão retirado do túmulo e o corpo do lado de fora da gaveta. O caso foi comunicado a direção dos cemitérios e a polícia .

 

  Paulo morava com a mãe e a tia ambas aposentadas, que morreram vítimas da covid-19.

 

  Nossa reportagem visitou os cemitérios São João Batista, São Lázaro e São Sebastião onde foram vistas campas e gavetas quebradas, caixões com restos mortais expostos frutos da decomposição do tempo e muito mato no local. Parentes dos falecidos devem realizar a revitalização dos túmulos.

 

  O vilipêndio de cadáveres é considerado crime contra o respeito aos mortos, previsto no artigo 212 do Código Penal Brasileiro.

 

  O ato de vilipendiar cadáveres ou suas cinzas pode ser punido entre um a três anos de reclusão e pagamento de multa.

 

Informações/Marcos Cangussu

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload