top of page

30 mil demissões em indústrias da Bahia, estima FIEB

Um cálculo da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB) aponta mais de 30 mil demissões entre trabalhadores do estado. A estimativa é provocada pelos efeitos da pandemia do novo coronavírus. Segundo a entidade, o prejuízo com as baixas chega a mais de R$ 3,5 bilhões. Um dos exemplos ocorre em Itapetinga, no sudoeste. A fábrica de calçados da Azaléia anunciou a demissão de cerca de 600 funcionários. Em Santo Antônio de Jesus, outra fábrica vai demitir pelo menos 400 funcionários.

"Como o mercado retraiu, elas [as fábricas] estão efetivamente paradas. Alguns outros setores fizeram conversões ou estão trabalhando dentro de demandas que estão sendo potencializadas por este momento, quer seja no abastecimento, quer seja na área de saúde. Mas, de um modo geral, a indústria está sofrendo, como toda a economia vai sofrer, e nós devemos ter todo esse reflexo ao longo do segundo semestre", disse Antônio Ricardo, Presidente da FIEB.

Informações/Bahia Notícias

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png
bottom of page