Maracás: Petição Pública pede suspensão das atividades da Mineradora Vanádio


Suspensão das atividades da Mineradora Largo em Maracás/BA (COVID-19)


Nós, cidadãos maracaenses, abaixo assinados, exigimos o cumprimento imediato do Decreto Municipal 466 de 20 de março de 2020 para que a Mineradora Largo tenha suas atividades imediatamente suspensas, em função da Pandemia do COVID-19, considerando-se já de transmissão comunitária. Nós, cidadãos maracaense, fazemos o pedido considerando o direito constitucional da igualdade, onde todos são iguais perante a lei sem distinção de qualquer natureza (art. 5º da Constituição Federal de 1988). É totalmente desarrazoado a manutenção das atividades desta mineradora onde trabalham aproximadamente 1000 (um mil) pessoas, e o fechamento dos pequenos comércios com 2 (dois) ou 3 (três) funcionários, fato este que gerará inevitavelmente ruptura da cadeia de consumo, desemprego apenas para os pequenos comerciantes. Não se pode permitir o funcionamento das atividades da mineradora sob o pretexto de estarem tomando todos os cuidados, porque isso implica que os comércios locais desta cidade estão sendo fechados porque não têm capacidade de manterem os mesmos padrões sanitários que a Mineradora. Considera-se ainda que a contaminação é exponencialmente mais propícia nesta empresa onde circulam mais de 1000 (um mil) funcionários do que aquele onde o pequeno comércio luta pela sua sobrevivência. Nós, cidadãos maracaenses, apenas exigimos que as restrições sejam impostas a todos os serviços não essenciais, e a extração de vanádio não pode ser considerada um serviço essencial como são os mercados, farmácias, postos de combustíveis, comércios de água e gás e os açougues. Esperando o bom senso de Vossa Excelência, esperamos o deferimento deste pleito que vai assinado pelos moradores desta cidade de Maracás/BA.


https://peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR115492


Informações / Jornal da Cidade

Foto: Google


vertical (1).png
Publicidade
vertical.png