Escolas estaduais poderão abrigar cursos de graduação da Universidade Federal da Bahia

13.02.2020

Escolas da rede estadual de ensino poderão abrigar cursos de graduação oferecidos pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). A rede estadual de ensino já tem experiências exitosas neste contexto por meio dos Complexos Integrados de Educação (CIEs), unidades da Secretaria da Educação do Estado, que funcionam em escolas localizadas em Porto Seguro, Itamaraju e Itabuna, em parceria com a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), e em Ipiaú e Eunápolis, em parceria com a Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

 

A parceria com a Ufba foi discutida nesta terça-feira (11), pelo secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e pelo pró-reitor de Ensino e de Graduação da Ufba, Penildon Silva Filho. Nos Complexos Integrados de Educação são ofertadas diferentes modalidades da Educação Básica e do Ensino Superior. A perspectiva é a de que, com a Ufba, sejam implantados cursos nas áreas da Saúde, do Teatro e da Tecnologia.

 

O secretário da Educação do Estado destacou as expectativas do projeto com a Ufba. ”Para nós, esta articulação e a aproximação com as universidades públicas é fundamental para fortalecer a Educação Básica e promover esta ponte, esta integração com o Ensino Superior, mediante a oferta de cursos; dos trabalhos de extensão; dos grupos de pesquisa; e da inclusão destas comunidades, além da relação com a Educação Básica”, disse.

 

O pró-reitor Penildon Silva Filho falou sobre os próximos passos. ”A nossa proposta é compartilhar espaços em escolas para, juntos, termos atividades de ensino, de pesquisa e de extensão que possam, inclusive, favorecer a formação profissional dos alunos no Ensino Médio. Estamos discutindo a possibilidade implantarmos nas escolas, por exemplo, um curso de Biotecnologia da Ufba; uma clínica-escola de Fisioterapia; uma clínica-escola de Fonoaudiologia; um polo da Universidade Aberta do Brasil [UAB]; e um campus universitário de Ciência, Tecnologia e Cultura, com a presença forte da Escola de Teatro”, afirmou.

 

Os Complexos Integrados de Educação têm buscado planejar, executar e avaliar um conjunto de ações inovadoras em conteúdo, método e gestão, direcionados à melhoria da oferta e da qualidade do Ensino Médio, na proposta de Ensino Integral.

 

O encontro com a Ufba também teve a presença do subsecretário da Educação, Danilo Souza; da superintendente de Políticas para a Educação Básica, Manuelita Brito; do superintendente da Educação Profissional e Tecnológica, Ezequiel Westphal; do coordenador Executivo de Projetos Estratégicos da secretaria, Marcius Gomes; do diretor do Instituto de Ciências da Saúde da Ufba, Roberto Paulo Correio, e da coordenadora da Universidade Aberta do Brasil na Ufba, Márcia Rangel, além dos professores da Ufba Licko Turle e José Walter Andrade.

 

Informações / BMF

 

Please reload

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago