Quatro meses depois da transferência de Dom Ruy; Diocese de Jequié aguarda novo Bispo


Desde setembro do ano passado após o Bispo Dom José Ruy ser nomeado para a diocese de Caruaru em Pernambuco, que a comunidade católica de Jequié vive a expectativa da divulgação do novo patriarca por parte do Vaticano.

Renúncia, transferência, falecimento ou perda de ofício são alguns dos motivos que podem tornar uma sede vacante, expressão oriunda do latim que significa trono vazio e que é usada pela Igreja para dizer que uma Sede Episcopal está sem o seu ocupante no governo pastoral. Neste período, a Igreja Particular ficou aos cuidados do Padre Roberto, um administrador diocesano, eleito pelo Colégio de Consultores, que pode desempenhar algumas funções limitadas pelo Código de Direito Canônico; ou por um administrador apostólico, um bispo nomeado pelo papa.

A escolha de um novo bispo se dá através de um longo e criterioso processo que se inicia na Nunciatura Apostólica de cada país. Na sequência, é encaminhado para a Congregação para os Bispos, no Vaticano, até chegar ao papa, a quem compete à nomeação dos bispos.

Informações / Marcos Cangussu

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago