Bolsonaro diz que pretende privatizar Correios, mas reconhece dificuldade


Ao sair do Palácio da Alvorada na manhã de hoje (7) o presidente Jair Bolsonaro disse que pretende privatizar Correios mas tem encontrado dificuldades. "Não são fáceis as privatizações. Até o próprio Correio que a gente quer privatizar, mas tem dificuldade", disse.

Bolsonaro também afirmou que não tem como garantir que conseguirá privatizar a estatal até o fim do seu governo. "Se eu pudesse privatizar (os Correios) hoje, privatizaria. Mas não posso prejudicar o servidor dos Correios", disse o presidente.

De acordo com decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) a venda de empresas-mães precisam passar pelo Legislativo e outras questões, entre elas o controle do Tribunal de Contas da União (TCU).

Informações / Metro 1

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png