Ateus e sem religião são os que mais reprovam atuação do Supremo, diz pesquisa


A despeito de decisões como a que criminalizou a homofobia, a que reconheceu o casamento gay, em 2011, e a que autorizou o aborto de fetos sem cérebro, em 2012, a pesquisa Datafolha do início deste mês indica que os mais insatisfeitos com o trabalho do Supremo não são os evangélicos nem os católicos, mas os ateus e os que não têm religião. A pesquisa foi realizada nos dias 5 e 6 de dezembro, com 2.948 pessoas em 176 municípios em todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais. Na população em geral, 39% acham o trabalho do STF ruim ou péssimo, 19%, ótimo ou bom, 38% o consideram regular e 4% não opinaram. STF é reprovado por 4 em cada 10 brasileiros.

Informações / Metro 1

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png