Maracás: Família de D. Elinalva faz manifestação em frente ao fórum, pedindo justiça


Na manhã da última terça-feira (26/11), familiares, amigos e pessoas solidárias realizaram manifestação pacífica em frente ao Fórum de Maracás clamando justiça para o caso envolvendo o suposto homicídio no trânsito que vitimou a “dona de casa” Elinalva Barbosa.

Na referida data, na Vara Criminal da Comarca, ocorreu a primeira audiência do processo onde se apura a responsabilidade penal do motorista que, supostamente sob elevada influência alcoólica, teria atropelado e ocasionado a morte da mencionada senhora . A tragédia ocorreu em 06 de janeiro do corrente ano, em via pública próxima a rua do antigo campo de avião e somente agora a acusação e a defesa puderam apresentar suas versões diante do juiz.

Na audiência de terça-feira, foram ouvidas seis testemunhas da acusação, das quais pelo menos quatro presenciaram o atropelamento. Também na terça-feira foram ouvidas duas testemunhas da defesa e realizado o interrogatório do réu. O processo seguirá agora para a chamada fase das “alegações finais”, sendo que, nas próximas semanas, as partes apresentarão, por escrito, argumentos baseados nas provas até aqui produzidas, para que, em seguida, o juiz se pronuncie sobre os próximos passos do processo.

Esse triste acontecimento que vitimou a sra. Elinalva Barbosa voltou à tona com muita força nos últimos dias após sua filha, Elma Barbosa, divulgar em veículos de comunicação e nas redes sociais uma carta aberta para a comunidade de Maracás, convidando a cidade a fazer uma reflexão sobre justiça e impunidade nos casos envolvendo mortes no trânsito provocadas por motoristas embriagados.

A referida carta despertou a solidariedade dos maracaenses e também de moradores de outras cidades vizinhas. A população de Maracás aguarda para breve novas informações sobre este rumoroso caso.

Informações / Jornal da Cidade

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png