Bolsonaro após soltura de Lula: 'Não dê munição ao canalha'

09.11.2019

Depois de ficar em silêncio ontem (9) e não comentar a soltura de Lula, o presidente Jair Bolsonaro publicou uma mensagem na manhã de hoje (9), em que afirma aos seus seguidores para não darem "munição ao canalha".

 

Mesmo sem citar o ex-presidente, o atual chefe do Planalto publicou um texto em que se refere a alguém que estaria "momentaneamente livre, mas carregado de culpa".

"Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros. Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa", escreveu, em seu perfil no Twitter.

 

A mensagem foi publicada junto com um vídeo de um discurso em que o presidente faz elogios ao ministro da Justiça Sérgio Moro, responsável pela condenação de Lula no caso do Triplex no Guarujá (SP). A gravação foi durante formatura de policiais federais em Sobradinho (DF) ontem (8).

 

Informações / Metro 1

 

Please reload