Morador de Lafaiete Coutinho, Zé Cocá protesta contra a PEC que pretende extinguir municípios baianos

07.11.2019

A proposta do Governo Bolsonaro, de extinção dos municípios com menos de cinco mil habitantes e baixa arrecadação, a PEC do Pacto Federativo, vem dando o que falar no mundo político, com divergências de opiniões. Se a Emenda Constitucional passar, na Bahia, 10 municípios estariam ameaçados de extinção: Lafaiete Coutinho, Aiquara, Maetinga, Catolândia, Lajedão, Ibiquera, Dom Macedo Costa, Contendas do Sincorá e Gavião. Morador de Lafaiete, onde foi prefeito por duas vezes consecutivas, 2008 a 20016, o deputado estadual Zé Cocá demonstra preocupação com a proposta, classificada de absurda pelo parlamentar. Cocá diz concordar com a política de redução de gastos do Governo, mas discorda da extinção de municípios.

 

”O governo federal tem que economizar, mas isso não será a solução. Existem muitos municípios, e existe uma história. Como você vai pegar um município que tem uma história, seus problemas e soluções e jogar em municípios de grande porte? Caso traga a receita, por que não continuar como está? Acho que isso não passa, seria uma maluquice. Não se muda isso da noite para o dia, tem municípios que tem 60, 70 anos. É a mesma coisa de matar uma pessoa. Iria atrapalhar o Brasil”, avaliou.

 

Cocá diz ainda que quando gestor buscou implantar na cidade medidas de contenção de despesas. ”Tínhamos 20 escolas, deixei só cinco, três na sede e duas na zona rural, com cinco refeições ao dia. E botei postos de saúde em todo lugar com mais de 20 famílias”.

 

O prefeito de Lafaiete Coutinho, João Freitas (PP), ainda não se manifestou sobre o assunto. A assessoria do chefe do Executivo foi indagada nesta quinta-feira (07/11) pela redação do Blog Marcos Frahm, sobre o posicionamento de João, revelando que o mandatário já reagiu de forma contrária à proposta, mas que o gestor está em viagem de ordem administrativa e que ainda irá se pronunciar. Com a PEC, Lafaiete seria levada a condição de distrito, integrado ao município de Jequié.

 

Informações / Marcos Frahm

 

Please reload