Bahia tem 729 novos casos de dengue em uma semana; Feira de Santana registra 12 mortes

13.09.2019

A Bahia registrou 729 novos casos de dengue em uma semana, de acordo com dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab). Entre 30 de dezembro de 2018 e 3 de setembro deste ano, foram notificados 59.975 casos prováveis da doença no estado, sendo que até 27 de agosto tinham sido 59.246 notificações.

 

No mesmo período de 2018, os casos prováveis no estado foram 7.778 – um aumento de 671%. Nessa quarta-feira (11), o ministro da Saúde, José Henrique Mandetta, informou que a doença está ”claramente” se deslocando do Sudeste e do Centro-Oeste para o Nordeste do país e que a Bahia é a porta de entrada para os estados nordestinos.

 

Considerando os dados até 3 de setembro, 379 municípios realizaram notificação da dengue, e o número de mortes chegou a 71, com 29 óbitos confirmados laboratorialmente: 12 em Feira de Santana, 3 em Salvador e dois em Paulo Afonso. As cidades a seguir registraram uma morte cada: Candeias, Rafael Jambeiro, Saubara, Jacobina, Paripiranga, Presidente Dutra, Santo Antônio de Jesus, Simões Filho, Candiba, Camaçari, Mulungu do Morro e Euclides da Cunha. Do total de mortes notificadas, 24 foram descartadas e 18 continuam em investigação.

 

Preocupação

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse na quarta que a região que mais preocupa este ano com relação à incidência de dengue, com a chegada do período chuvoso, é o estado da Bahia como porta de entrada da doença no Nordeste.

 

”A movimentação dessa epidemia, que veio do Sudeste, está entrando no Nordeste. Ela interrompe por causa do ritmo das chuvas. Agora, voltam as chuvas. A nossa preocupação é que ela está claramente indo em direção ao Nordeste”, reiterou Mandetta.

 

Informações / Correio

 

Please reload