Jequié: professores mantém greve e recorrem de liminar


Professores da rede municipal de Jequié através da APLB – Sindicato mantiveram a greve que já dura seis dias. A decisão foi tomada em assembléia realizada na tarde desta quarta-feira (21). Os trabalhadores questionam o Decreto nº 20.090, assinado pelo prefeito Sérgio da Gameleira, que suspendeu o pagamento da gratificação/regência dos salários de julho/2019. Uma liminar do Tribunal de Justiça da Bahia determinou que os professores da rede municipal de ensino retornem imediatamente aos trabalhos e acabem com a greve imediatamente. Segundo o Tribunal de Justiça da Bahia, caso a APLB não acabe com a greve a multa será de 10 mil reais por dia. Em entrevista na noite de hoje, A presidente da APLB, Caroline Moraes disse que a entidade recorreu da decisão.

Informações / Marcos Cangussu

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago