Bolsonaro afirma que Rio sediará GP de Fórmula 1 em 2020


O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (8) que o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 deve ser realizado no Rio. "Já está bastante avançado", disse.

O termo de cooperação assinado por Bolsonaro, o governador Wilson Witzel e o

prefeito Marcelo Crivella prevê também a realização de grande prêmio de motovelocidade. A assinatura ocorreu após a cerimônia de homenagem aos Pracinhas da II Guerra Mundial.

As provas seriam realizadas no futuro Autódromo de Deodoro, que ficaria pronto "em seis ou sete meses" e "sem dinheiro público", segundo Bolsonaro.

O orçamento inicial do novo autódromo do Rio é de R$ 850 milhões. A previsão é de que os setores de arquibancada (inclusive naturais) sejam capazes de receber até 130 mil pessoas.

Em sua conta no Twitter após a cerimônia, Bolsonaro afirmou que as obras seriam arcadas integralmente pela iniciativa privada. O presidente também afirmou que o autódromo será batizado em homenagem ao tricampeão de Formula 1 Ayrton Senna.7

A última Fórmula 1 realizada no Rio foi em 1989. Ao todo foram dez GPs na cidade, todas no antigo autódromo. Desde 1990, a etapa é realizada em Interlagos, São Paulo.

Informações / G1

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago