Professores da Uneb decretam greve por tempo indeterminado

05.04.2019

Os professores da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) decretaram greve por tempo indeterminado durante assembleia realizada nesta quinta-feira (4). Os docentes já haviam começado a se mobilizar durante a manhã, ocupando o prédio onde funciona a reitoria da instituição, no bairro do Cabula, em Salvador.

 

Reivindicações dos professores:
 

Destinação de, no mínimo, 7% da Receita Líquida de Impostos (RLI) do Estado da Bahia para o orçamento anual das universidades estaduais. Atualmente, esse índice é de aproximadamente 5%, segundo categoria;

 

Reposição integral da inflação do período de 2015 a 2017, em uma única parcela, com índice igual ou superior ao IPCA;

 

Reajuste de 5,5% ao ano no salário base dos docentes para garantir a política de recuperação salarial, referente aos anos de 2015, 2016 e 2017;

 

Cumprimento dos direitos trabalhistas, a exemplo das promoções na carreira, progressões e mudança de regime de trabalho. Atualmente, conforme categoria, só na Uneb, mais de 400 professores possuem seus direitos à promoção negados pelo Estado;

 

Ampliação e desvinculação de vaga/classe do quadro de cargos de provimento permanente do Magistério Público das Universidades do Estado da Bahia.

 

Informações / Bahia Notícias / Informe Baiano

 

Please reload