Brumadinho: buscas por vítimas entram no 12º dia

As buscas por vítimas da tragédia em Brumadinho, na Grande BH, entram no 12º dia nesta terça-feira (5). O último balanço divulgado pelas autoridades indica que o número de mortes é de 134. Há ainda 199 pessoas desaparecidas e outras 395 que foram localizadas após o rompimento da barragem da Vale, ocorrida em 25 de janeiro.

Os bombeiros contam com máquinas anfíbias, drones, botes, helicópteros, escavadeiras, retroescavadeiras e cães farejadores. Ao todo, segundo a corporação, 15 máquinas trabalham na tentativa de resgate das vítimas.

Nesta segunda-feira (4), a chuva que atingiu Brumadinho atrasou o início das buscas. Os trabalhos já haviam sido interrompidos na tarde deste domingo (3) por conta da ameaça de chuva.

Ainda na segunda, as buscas começaram apenas por volta das 8h — normalmente, os helicópteros decolavam a partir das 6h30 — restritos a buscas a pé e em botes em um trecho do Rio Paraopeba.

Trabalharam no local mais de 250 bombeiros e 22 cães farejadores. Desde esta sexta-feira (1º), quando o rompimento da barragem da Vale na Grande BH completou uma semana, a operação de resgate entrou numa nova fase e não tem data para acabar, segundo as autoridades. Neste sábado (2), além das buscas, começaram as vistorias em barragens do estado e foi finalizada a 1ª estrutura de contenção no Rio Paraopeba.

Números da tragédia

  • 134 mortos confirmados – 120 identificados (veja a lista)

  • 199 desaparecidos (veja a lista)

  • 192 resgatados

  • 394 localizados

Informações / G1

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png