Mais de 400 celulares já foram apreendidos nos presídios do Ceará


Agentes penitenciários apreenderam 407 celulares em presídios no Ceará desde quarta-feira (2), em meio à onda de ataques que ocorrem no estado. As promessas do secretário de Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, de tornar mais rigorosa a fiscalização nos presídios e de acabar com a divisões de facções nas unidades foram o estopim da crise da segurança no estado, de acordo com o presidente do Conselho Penitenciário do Ceará, Cláudio Justa.

Desde quarta-feira foram 98 ataques em 33 cidades do Ceará. Dois suspeitos morreram em troca de tiro com policiais, e outros 110 foram presos ou detidos, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Ceará.

Fonte: G1

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png