Político é baleado e populares matam atirador a pauladas


Um empresário que também é político estava fazendo campanha eleitoral para seus candidatos e ao mesmo tempo participava de uma corrida de cavalo. Segundo informações da Polícia Militar, o tiroteio aconteceu por volta de 18h em uma corrida de cavalos que estava acontecendo na localidade de Feijão, zona rural de Choró. O acusado Erilson Santos, chegou ao local em uma moto Honda CG 125cc de cor preta e placa NQZ-4952, com queixa de roubo, e passou a efetuar vários disparos em direção ao empresário Carlos Alberto Queiroz Pereira, conhecido popularmente na cidade como “Bebeto”, este foi atingido por três tiros, sendo um na coxa direita, um no braço direito e outro no peito esquerdo, tendo o mesmo sido socorrido as pressas ao hospital de Canindé. Durante o tiroteio mais três pessoas acabaram sendo baleadas, um homem de 39 anos foi atingido na perna esquerda, a segunda pessoa pessoa foi atingida por um tiro no glúteo e a terceira pessoa foi atingida na clavícula. Nenhuma das quatro pessoas corre risco de morte. Quando os populares perceberam que sua arma estava sem munição, começou uma sessão de linchamento. Vários homens conseguiram matar o acusado mediante a pedradas e a pauladas. Erilson Santos ainda foi socorrido ao Hospital Dr. Eudásio Barroso, em Quixadá, mas já chegou morto. O corpo foi levado pelo rabecão ao Instituto Médico Legal na cidade de Quixeramobim “Bebeto”, foi socorrido para o Hospital São Francisco de Canindé, onde ele mora e seu estado de saúde é estável e não corre risco de morte. Não há informações das demais pessoas. Ainda nesta semana, a Polícia Civil de Quixadá deverá trabalhar na identificação de todos os envolvidos na morte do atirador. Os quais deverão responder pelo homicídio

Fonte: Bahia Notícias

Farmácia Maracás.jpg
Publicidade
ORQ_1001288_Polo_EAD_Maracas_Banner_Blog