Inflação cai e tem menor taxa para agosto desde 1998


A inflação de famílias de baixa renda [IPC-C1 (Índice de Preços ao Consumidor — Classe 1)] subiu 0,04% em agosto, após a alta de 0,25% registrada em julho, informou na manhã desta quinta-feira (6), a FGV (Fundação Getulio Vargas). Com o resultado, o índice acumulou alta de 3,34% no ano e avanço de 3,70% em 12 meses.

O indicador mede a inflação dos preços para famílias de baixa renda — que ganham até 2,5 salários minimos e dedicam parcelas maiores de seus gastos à alimentação. Famílias que possuem maiores provimentos utilizam frações mais elevadas do seu dinheiro com educação, saúde e lazer.

Em agosto, o IPC-C1 ficou abaixo da variação da inflação média apurada entre as famílias com renda mensal entre um e 33 salários mínimos, obtida pelo IPC-BR (Índice de Preços ao Consumidor — Brasil), que teve alta de 0,07% no mês. No acumulado em 12 meses, a taxa do IPC-BR foi superior, aos 4,15%.

Fonte: Estadão

Farmácia Maracás.jpg
Publicidade
ORQ_1001288_Polo_EAD_Maracas_Banner_Blog