Crivella sanciona projeto de lei de Marielle Franco para montar estatísticas sobre atendimento à mul


O prefeito Marcelo Crivella sancionou um projeto de lei da vereadora Marielle Franco, assassinada no dia 14 de março, que prevê a elaboração de estatísticas periódicas sobre a situação das mulheres que procuraram os serviços de atendimento do município do Rio. A decisão foi publicada na edição desta quarta-feira (5) do Diário Oficial da cidade.

Segundo a publicação, “deverão ser tabulados e analisados todos os dados em que conste qualquer forma de violência que vitime a mulher, devendo existir codificação própria e padronizada para todas as secretarias do Município e demais órgãos”.

O texto ainda prevê que as informações analisadas, obtidas dos levantamentos feitos pelas secretarias municipais de Saúde (SMS) e de Assistência Social e Direitos Humanos (SMADH), sejam centralizadas e todos estes dados possam ser acessados pela população. O nome da ferramenta será "Dossiê Mulher Carioca".

Marielle Franco e o motorista que a acompanhava, Anderson Gomes, foram assassinados na região central do Rio de Janeiro. O crime segue sendo investigado pela Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro.

Fonte: G1

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago