Homem preso por matar companheira atropelada, confessa crime e alega que 'perdeu a cabeça' a


O homem preso por matar a companheira atropelada, na cidade de Porto Seguro, no sul da Bahia, segundo a polícia, confessou o crime e contou que assassinou a vítima após "perder a cabeça" durante uma discussão. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (24) pelo delegado Sinézio Vieira Neto, que investiga o caso.

Michelle Leite Dias, de 32 anos, foi morta na quinta-feira (16). O suspeito, Adimilson Pereira da Silva, de 33 anos, fugiu após a ação, mas foi capturado por policiais militares na cidade de Jequitinhonha, em Minas Gerais, na segunda (20). Ele tinha um mandado de prisão preventiva em aberto. Na quinta-feira (23), Adimilson foi recambiado para a Bahia.

Segundo o delegado Sinézio Vieira, ele contou, em depoimento, que estava bebendo com a vítima no dia da briga e que, durante a discussão, a mulher teria atirado uma pedra no carro dele.

Nesse momento, de acordo com o depoimento, o homem derrubou a vítima e passou com o carro por cima dela. Em seguida, Admilson foi em casa, pegou roupas, documentos e fugiu com o veículo. A vítima morreu no local.

Conforme a polícia, o suspeito estava na casa de familiares, quando foi surpreendido pelos policiais militares, em Minas Gerais. O carro usado no crime também foi encontrado na região.

Inicialmente, a polícia divulgou que o veículo tinha sido abandonado no local do crime contra a mulher. No entanto, a informação foi corrigida posteriormente.

De acordo com a polícia, Admilson Pereira passará por audiência de custódia na terça-feira (28) e, em seguida, deve ser encaminhado para o Conjunto Penal de Eunápolis, também no sul da Bahia. Até a audiência, o suspeito ficará na carceragem da Delegacia de Porto Seguro.

Fonte: G1

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png