Em Salvador, Jungmann diz que polícia do RJ recusou oferta da PF para investigar caso Marielle Franc


O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou em Salvador, nesta quinta-feira (16), que a Polícia Civil do Rio de Janeiro recusou a oferta para que a Polícia Federal assumisse a investigação da morte de Marielle Franco.

Jungmann esteve na capital baiana para a 70ª reunião do Colégio Nacional de Segurança Pública do Brasil (Consesp).

"A resposta que eu obtive [da polícia do RJ] foi que não era necessário, que eles davam conta. Então, apesar de oferecer a Polícia Federal, que é uma das melhores polícias do mundo em investigação, houve um entendimento do Rio de Janeiro que não era necessário, então nós estamos fora do caso Marielle", disse o ministro.

O G1 entrou em contato com a polícia do Rio de Janeiro e aguarda posicionamento sobre a fala do ministro. A oferta para que a PF assumisse as investigações relacionadas à morte da vereadora foi feita no domingo (12). Na ocasião, o presidente Michel Temer autorizou que a PF atuasse no caso.

Fonte: G1

Farmácia Maracás.jpg
Publicidade
ORQ_1001288_Polo_EAD_Maracas_Banner_Blog