Rafaela Silva é Campeã no GP de Budapeste


Foi com emoção. Em final cheia de reviravoltas, Rafaela Silva conseguiu a medalha de ouro no Grand Prix de Budapeste, na Hungria, nesta sexta-feira. A brasileira enfrentou a alemã Theresa Stoll na decisão e venceu por ippon, poucos segundos depois de a arbitragem retirar da adversária um "golpe perfeito", após análise de vídeo. Com o resultado, a campeã olímpica consegue o primeiro título internacional depois da medalha de ouro na Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016.

Em sua trajetória na Hungria, Rafaela começou o dia enfrentando a americana Leilani Akiyama e depois a polonesa Julia Kowalczyk. Nas quartas de final, a carioca finalizou a japonesa naturalizada canadense Christa Deguchi, vencedora do Grand Slam de Paris e que tinha uma série invicta de 26 lutas. Nas semis, a judoca passou pela húngara Hedvig Karakas, dona da casa.

Na grande final, Rafaela enfrentou a alemã Theresa Stoll, de 22 anos, em duelo muito equilibrado. Com pouco mais de um minuto para o fim, Rafaela conseguiu um wazari, abrindo 1 a 0 no placar. Quando parecia que iria vencer, a campeã olímpica acabou levando um golpe.

Inicialmente, o árbitro central apontou ippon, para a comemoração da alemã. No entanto, após revisão de vídeo, a arbitragem voltou atrás e apontou wazarri, deixando o duelo empatado. Depois do susto, a brasileira conseguiu aplicar novo wazari a poucos segundos do fim para vencer por ippon.

Esta foi a primeira vez que Rafaela Silva subiu no pódio no Circuito Mundial em 2018. Desde o ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, a judoca não havia vencido um torneio internacional, tendo como melhores resultados um 3º lugar no Grand Slam de Ecaterimburgo (Rússia) e duas medalhas de prata, no Grand Slams de Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos) e no Grand Prix de Tbilisi (Geórgia), todos torneios disputados em 2017.

Além de Rafaela, outros quatro brasileiros competiram nesta sexta-feira no GP de Budapeste. Raphael Miaque (60kg), Diego Santos (66kg), Nathalia Brigida (48kg) e Kamila Silva (57kg) não conseguiram passar à fase final para a disputa de medalhas.

Neste sábado, mais sete brasileiros sobem no tatame. No domingo, mais três. As eliminatórias começam às 5h, e as finais iniciam às 11h. Ambos no horário de Brasília.

Sábado 63kg - Yanka Pascoalino 70kg - Amanda Oliveira e Ellen Santana 73kg - Marcelo Contini e Lincoln Neves 81kg - Rafael Macedo e Leandro Guilheiro

Domingo 78kg - Nathalia Parisoto 100kg - Renan Nunes e Felipe Augusto Bezerra

Fonte: Globo Esporte

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago