Como evitar que pessoas mal intencionadas se passem por você no WhatsApp


Recentemente, a Polícia Federal desarticulou uma quadrilha que aplicava golpes através do WhatsApp “grampeando” os números das vítimas. Os crimem tinham como alvos autoridades e pessoas públicas; pelo menos 20 políticos foram atingidos desde 2016.

Neste tipo de golpe, os criminosos contam com a ajuda de funcionários de uma operadora telefônica que desativam o número da vítima e o repassam para um chip utilizado pelos bandidos. De posse do seu número, eles podem facilmente acessar o seu WhatsApp e mandar mensagens no seu nome.

A partir daí, os criminosos podem se passar por você e pedir dinheiro para seus contatos no WhatsApp, que não notam a diferença. Foi o que aconteceu com a maioria das vítimas da quadrilha presa pela PF na semana passada. Felizmente, há formas de prevenir e detectar o golpe.

“O que fazer para se prevenir?”

Antes de mais nada, é preciso dar mais proteção à sua conta no WhatsApp. Para isso, recomendamos ativar a autenticação em duas etapas. A partir daí, sempre que alguém, em algum lugar, tentar entrar na sua conta do WhatsApp por outro celular, você receberá um alerta.

Acesse as configurações do WhatsApp, toque em “Conta”, depois em “Verificação em duas etapas” e depois toque em “Ativar”. Você precisará digitar uma senha de até seis dígitos para proteger sua conta. Evite usar números muito fáceis de adivinhar, como 1234 ou datas de aniversários.

Farmácia Maracás.jpg
Publicidade
ORQ_1001288_Polo_EAD_Maracas_Banner_Blog