Maracás: Seminário abordará o tema Defesa Pessoal Feminina nesta quinta-feira; entenda


O Seminário será realizado na Sede do Projeto Social Jiquiriçá – GF nesta quinta-feira 29/03 e terá Início às 18h30.


A inscrição para o seminário será um quilo de alimento não perecível, que serão destinados ao projeto social AMARR.

A ideia do seminário partiu do Sensei Djalma Fernandes, que após a repercussão do suposto feminicídio ocorrido na cidade no dia 08/03, percebeu a necessidade de abordar o tema. E juntamente com a Psicóloga Michelle falará para 50 mulheres da cidade das flores já inscritas para o seminário.


A violência contra a mulher tem raízes profundas, ligadas a relações de classe, etnia, gênero e poder. A cada dia os noticiários relatando agressões as mulheres aumentam, tanto no que se refere a violência física, como psicológica e sexual, e em nossa cidade não é diferente. Ao ser convidada pelo professor Djalma Fernandes para integrar o Seminário: Defesa Pessoal Feminina como palestrante, me senti honrada por estar participando de uma discursão sobre um tema comum e ao mesmo tempo tão complexo, pois geralmente as agressões acontecem no âmbito familiar e no ciclo de convivência diária.


Atla Michelle S. de Souza – Psicóloga do CREAS


Tivemos em nossa Maracás no dia 8 de março, um feminicídio. Gerou uma comoção principalmente do público feminino. O feminicídio é a instância última de controle da mulher pelo homem: o controle da vida e da morte. Ele se expressa como afirmação irrestrita de posse, igualando a mulher a um objeto, quando cometido pelo companheiro ou ex; dominar-se da intimidade e da sexualidade da mulher, por meio da violência.

O que dá a entender, que muito desse público, sofrem caladas. E com esse feminicídio no dia da mulher, chegou como uma BASTA!

O Seminário trará a elas, o sonho, a esperança, pelo Respeito.


Djalma Fernandes – Faixa Preta de Judô / Estudante de Serviço Social

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png