Maracás: Marido é suspeito de ter matado a esposa com uma facada no pescoço

09.03.2018

 

 

 

 

 

 

O “Dia Internacional da Mulher” foi manchado de sangue na cidade de Maracás na Bahia. Uma mulher identificada por Marizethe Silva Nascimento (39) foi morta na manhã desta quinta-feira (08), por volta das 04h, no bairro Morumbi, com uma facada no pescoço. O principal suspeito de ter matado a mulher é o esposo de prenome Marcos, agente comunitário de saúde, que se encontra foragido. De acordo com a Polícia Civil, o homicídio possui características de crime passional baseada em informações que Marizethe Silva Nascimento vinha pedindo a separação mais o marido não aceitava, e que de quinze dias para cá, as brigas entre o casal eram constantes. A polícia acredita que a vitima tenha sido morta quando dormia em um quarto separado do esposo. O que leva a polícia crer nesta hipótese é que a mulher foi encontrada sobre a cama sem nenhuma lesão de defesa e com uma perfuração de faca no pescoço.


Marizethe trabalhava na Casa Lotérica que fica no centro da cidade e não faltava ao serviço, diferente do que aconteceu na manhã desta quinta-feira não comparecendo ao trabalho. Preocupados, colegas de trabalhos ligaram diversas vezes para o celular da vitima que não era atendido, quando resolveram ligar para seus familiares informando que ela não teria comparecido ao trabalho e nem atendia as ligações. Diante dessas informações familiares foram até a residência onde vivia o casal, e por diversas vezes chamaram pelo nome da vítima que não respondia.

No mesmo momento a Policia Militar foi chamada, quando chegaram ao local foram autorizados pelas pessoas da família que estavam ali para que pudesse arrombar a porta dos fundos e entrar para ver o que teria acontecido. Assim que os policiais entraram encontraram a mulher morta sobre a cama. O Departamento de Policia Técnica (DPT) esteve no local e removeram o corpo até ao IML de Jequié e depois devolvendo à família para fazer o velório e posteriormente o sepultamento.

Chegou correr boatos na cidade que o marido da vitima teria se suicidado. As policias Civil e Militar foram até propriedades dos pais do suspeito mais não o localizaram. A faca usada para matar a mulher foi aprendida para pericia.

Com esta morte maracás registra o terceiro homicídio neste ano de 2018. 

Ely Morais 

Please reload