Temer diz que 'não existe' crise no Brasil ao chegar na Alemanha para cúpula do G20


O presidente Michel Temer já está na Alemanha para participar do encontro da cúpula do G-20. Em entrevista na manhã desta sexta-feira (7), em Hamburgo, o peemedebista disse que a crise do Brasil já foi superada. "Crise econômica no Brasil não existe. Vocês têm visto os últimos dados. Pode levantar os dados e você verá que estamos crescendo no emprego, estamos crescendo na indústria, estamos crescendo no agronegócio. Lá não existe crise econômica", argumentou. Temer disse, por meio de um gesto movendo o dedo indicador, que a crise política não atrapalharia o desenvolvimento do país. Dados mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o desemprego no país é de 13,3%, atingindo 13,8 milhões de pessoas. Em comparação ao ano passado, houve alta de 20,4% e um adicional de 2,3 milhões de pessoas sem emrpego. A produção industrial cresceu em maio, pelo segundo mês seguido, mas ainda é considerada "pouco vigorosa" pelo IBGE. Já o agronegócio cresceu 13,4% no primeiro trimestre deste ano. Durante o dia o presidente participa de uma reunião dos Brics, grupo composto por Brasil, China, Rússia, Índia e África do Sul, em que deverá discutir questões ambientais. De acordo com a Folha, também estão na agenda presidencial uma reunião com os líderes do G-20, um almoço de trabalho e um concerto na Filarmônica. O retorno previsto de Temer ao Brasil é neste sábado (8), para voltar às articulações para barrar a denúncia de corrupção passiva contra ele na Câmara dos Deputados.

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png