Ipiaú: Jovem enfrenta viagem de 6 dias até encontrar namorada que conheceu na internet

19.06.2017

 

O amor mais uma vez mostra que não há limites para quem o experimenta. O jovem Flávio Romero, 28, deficiente auditivo , morador de Campo Grande-MT, saiu de sua casa na última segunda-feira (12/06), data em que se comemora o Dia dos Namorados, e percorreu, sozinho, 2.074 quilômetros até Ipiaú para encontrar Beatriz Martins dos Santos, 23, também portadora de deficiência auditiva. A viagem foi feita de ônibus. O casal se conheceu há pouco mais de um mês através do facebook. Fábio chegou na rodoviária de Ipiaú por volta das 13h de sábado (17).

 

A dificuldade das pessoas em entender que ele procurava Beatriz durou por cerca de duas horas. “Ele chegou aqui e foi em todos os guichês com um bilhetinho, ai eu peguei e li, mas não entendi nada. Ele tentava me explicar, mas como não entendo libras, ficou difícil a nossa comunicação. Aí depois ele saiu e foi para a menina da pipoca, lá, Franciele conseguiu ler e interpretar mais ou menos o que ele queira”, conta Rubenita Almeida, funcionária da viação Gontijo. Após identificar na internet a pessoa que ele procurava, iniciou-se a busca pelo endereço da jovem. O contato com Beatriz foi possível por meio de Edmilson, morador do bairro Santa Rita. “Eu vim na rodoviária pegar umas passagens, vi a situação do pessoal tentando conversar com ele, então me aproximei e quando vi a foto da menina, reconheci na hora. Ai então liguei para o meu irmão e pedi pra ele ir lá na casa da família de Beatriz, no bairro Constança, e contar toda a história”, disse Edmilson ao GIRO.

Fábio foi recebido por Beatriz e a família por volta das 15h30 no Terminal Rodoviário de Ipiaú. A mãe de Beatriz revelou que sua filha tinha contado a ela sobre o relacionamento. “Ela disse que tinha conhecido ele pela internet e que ia namorar e se casar com ele”, comentou Jocélia Alves Cardim, que demostrou aprovar o relacionamento. Flávio contou que vive em Campo Grande na companhia de sua mãe. Os familiares do jovem serão avisados pela família de Beatriz que ele já se encontra em Ipiaú. A comunicação entre o casal e nossa reportagem só foi possível graças a Bruna, irmã de Beatriz. Ela disse que aprendeu a linguagem de sinais justamente para facilitar a comunicação dentro de casa. Agora resta aguardar os próximos capítulos dessa história de amor. (Giro Ipiaú)

Please reload