IML diz que corpo encontrado na margem da BR-116 está tatuado com nome ”Enedina”


O Instituto Médico Legal de Jequié informou ao Blog Marcos Frahm que, no corpo do jovem encontrado morto na margem da BR-116, sem identificação, foram constatadas tatuagens com nome ”Enedina”, escritos no braço esquerdo e nas costas da vítima de disparos de arma de fogo. O cadáver segue no IML e a equipe do órgão aguarda familiares para o reconhecimento do corpo, que foi encontrado com perfurações à bala, na tarde de segunda-feira (15), na altura do KM 589 da BR-116, no entroncamento da rodovia com a BA-553, estrada de acesso ao município de Santa Inês. [veja] O jovem, negro, aparentando ter 20 anos, estava trajando blusa azul e bermuda jeans. Depois de passar 30 dias sem identificação no necrotério do IML, a norma é sepultar o corpo como indigente. fonte BMF

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png