Mutuípe e Jiquiriçá são classificadas como área de risco para Febre Amarela pela OMS


A Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou a cidade de Muritiba, no Recôncavo Baiano, como área de risco para a febre amarela. A OMS publicou a lista dos municípios baianos na última quinta-feira (05/04), no comunicado Disease Outbreak News (Notícias sobre o surto de doença, em português).

+ Laje e Ubaíra são classificadas como área de risco para Febre Amarela pela OMS

Além de Muritiba, mais 153 cidades baianas estão classificadas como área de risco para febre amarela. Na cidade, até o momento, a Secretaria de Saúde não divulgou nenhum caso de macaco morto ou de alguém contaminado pela doença. Na lista da OMS que o Diário da Notícia teve acesso, muitas cidades do Recôncavo constam nela, a exemplo de Cachoeira, São Félix, Conceição do Almeida, Laje, Ubaíra,Mutuípe, Jiquiriçá, São Miguel das Matas, Valença, Castro Alves e Cruz das Almas – esta última registrou a morte de dois macacos, mas, até o momento não foram divulgados os resultados com a causa da morte dos animais (veja aqui). De acordo com o Secretariado da OMS, o número de municípios baianos passou de 69, em janeiro passado, para 154. A lista divulgada pela OMS é uma recomendação para que as cidades vacinem a população contra a febre amarela. Veja as cidades baianas classificadas pela OMS:

vertical (1).png
Publicidade
vertical.png