Buscar
  • Jornal da Cidade

Maracaense conquista o primeiro lugar no Circuito de Vaquejada de Itapitanga


Nos dias 14 e 15 de fevereiro de 2020, o atleta da cela da cidade de maracás, Noel Gonçalves de souza Junior, dividiu o primeiro lugar na primeira etapa do circuito de vaquejada de Itapitanga-BA, no parque pedra vermelha. O atleta montou seu cavalo por nome fly "o cavalo preto" e teve por esteira seu companheiro Miguel da Hora, da cidade de Jaguaquara, montando a égua morena do atleta profissional Luis Henrique, da cidade de Ipiaú. A dupla larga na frente do circuito que são compostos por 6 etapas corridas durante o ano e tem por realizador o parque pedra vermelha da cidade de itapitanga-ba.


Há 2 anos no esporte o atleta sempre teve o apoio da família, e contou com os incentivos e os ensinamentos de atletas veteranos do esporte e parceiros da cidade como José Henrique conhecido como "rick de nena" , Djan moura, Anísio Moura ,entre outros.


A vaquejada é um dos esportes que mais movimenta dinheiro no Nordeste, embora não seja muito praticado em nossa região, e é responsável por milhares de empregos diretos e indiretos em todo país. O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou proposta que regulamenta as práticas de vaquejada, rodeio e laço. A proposta foi aprovada pela Câmara dos Deputados no final de agosto de 2019. Não houve vetos e a norma (Lei 13873/19), publicada no dia 18-08-2019, está em vigor desde então .

De acordo com o texto sancionado, ficam reconhecidos o rodeio, a vaquejada e o laço como expressões esportivo-culturais pertencentes ao patrimônio cultural brasileiro de natureza imaterial, sendo atividades intrinsecamente ligadas à vida, à identidade, à ação e à memória de grupos formadores da sociedade brasileira.


Informações / Jornal da Cidade


460 visualizações

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago