Buscar
  • Jornal da Cidade

Chuva registrada em Salvador nesta quarta já supera média para todo o mês de janeiro


O primeiro dia da frente fria que passa por Salvador superou a média esperada para todo o mês de janeiro. De acordo com Sósthenes Macedo, diretor geral da Defesa Civil da capital, o esperado para o mês era de pouco mais de 80 milímetros cúbicos de chuva, mas em determinadas localidades da cidade chegou a chover mais de 100 mm em menos de seis horas.

“O acumulado era de 82,5 milímetros, mas em localidades como Caminho das árvores, Itapuã, Subúrbio e Itapuã choveu mais de 100 mm em menos de seis horas. A nossas equipes continuam em alerta para atender a população pelo número 199. Estamos trabalhando em sistema de plantão durante 24 horas”, disse o secretário ao site bahia.ba.

Até o fim da tarde dessa quarta-feira, a Codesal registrou cerca de 160 solicitações, a maioria por alagamentos de imóveis, com 28 solicitações; seguidos de 33 ameaças de desabamento. As ocorrências são ainda sete árvores ameaçando cair; uma queda de árvore; 15 avaliações de imóveis alagados; um desabamento de imóvel; um desabamento de muro; quatro desabamentos parciais; 15 deslizamentos de terra; 24 destelhamentos; uma queda de galho de árvore e cinco infiltrações de imóveis.

Segundo a Codesal, permanece a previsão de chuva em Salvador. O motivo é um sistema de baixa pressão que paira sobre a cidade, causando trovoadas e rajadas de ventos, devido ao calor e à umidade provenientes do oceano Atlântico.

Informações / BMF

15 visualizações

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago