Buscar
  • Jornal da Cidade

Instituto da UFBA desenvolve técnica que transforma óleo retirado das praias em carvão


Os óleos que estão nas praias do Nordeste vêm causando muitos problemas para o meio ambiente, a população e também comerciantes. Atualmente, cerca de 12 cidades baianas já foram atingidas pelo vazamento do óleo e mais de 80 toneladas foram retiradas de praias baianas por voluntários e funcionários de limpeza das prefeituras.

Buscando dar um destino eficiente para o combustível recolhido, o Instituto de Química da Universidade Federal da Bahia (Ufba) testou uma técnica que transforma o óleo em carvão, como afirma a professora doutora Zenis Novais da Rocha. “Esse processo de compostagem acelerada é limpo, não inflamável, com aditivos que não agridem o meio ambiente, e ainda não libera gases que seriam liberados em caso de incinerar o óleo, por exemplo. Então, é uma escolha com inúmeras vantagens”, afirmou a professora em entrevista ao jornal Correios.

Informações / Jequié Repórter

19 visualizações

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago