Buscar
  • Jornal da Cidade

Guardas municipais já podem portar arma de fogo


O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, decidiu nesta sexta-feira (29), que guardas municipais em todos os estados, independentemente do tamanho dos municípios, podem portar armas de fogo durante o horário de trabalho e quando estão de folga.

Por meio de uma liminar concedida a pedido do partido Democratas, o ministro suspendeu dois artigos do Estatuto do Desarmamento, aprovado em 2003, que limitava o porte de armas pelos guardas. Ao recorrer ao Supremo, os advogados do partido alegavam que a norma criou uma restrição ilegal entre uma mesma categoria.

A norma autorizava guardas de municípios com mais de 500.000 habitantes a andarem armados durante o trabalho e nos momentos de folga. Os que trabalham em municípios com populações a partir de 50.000 pessoas e menos de 500.000, só podiam usar armamento em serviço. Em cidades com menos de 50.000 habitantes, o porte de armas aos guardas era proibido.

Informações / Marcos Cangussu

36 visualizações

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago