Buscar
  • Jornal da Cidade

Trump cruza a fronteira e se torna 1º presidente dos EUA a entrar na Coreia do Norte


Neste domingo (30), quando os dois presidentes se cumprimentaram na fronteira entre os dois países, expressaram esperanças de paz, segundo a Reuters.

"Fico feliz em vê-lo de novo. Jamais esperava vê-lo neste lugar", disse Kim. "Trata-se de um momento histórico que pretende pôr fim ao conflito na península", afirmou o líder norte-coreano a jornalistas.

Acompanhado por Kim, Trump deu 20 passos para dentro do território da Coreia do Norte, segundo a CNN. Pouco depois, voltaram ao lado sul, onde se reuniram com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, para uma breve conversa.

Em seguida, o presidente norte-americano se reuniu a portas fechadas com o líder norte-coreano por 50 minutos.

"Tivemos uma reunião muito, muito boa", afirmou Trump depois da conversa. "Vamos ver o que pode acontecer".

Os líderes decidiram que um diplomata norte-americano, que atua como representante especial dos Estados Unidos para a Coreia do Norte, vai intermediar as negociações na questão nuclear.

O presidente americano acrescentou, entretanto, que a velocidade com que as conversas irão ocorrer não é a prioridade. Trump afirmou ter "bastante tempo" e que "não estava com pressa" de chegar a um acordo.

"Nós queremos acertar [na negociação]", afirmou. O presidente americano também disse que "estão acontecendo coisas muito positivas" na península por causa da aproximação entre Washington e Pyongyang, iniciada no ano passado.

Informações: G1

4 visualizações

© 2020 Todos os Direitos Reservados

 Por Josi Machado e Allan Lago