Buscar
  • Jornal Cidade

Petrobras aumenta nesta sexta-feira o gás de cozinha; o preço subirá entre 15% e 20%



Analistas de mercado vinham especulando a possibilidade de a Petrobras adiar o reajuste do gás de cozinha, que está previsto para esta sexta-feira (5), mas a estatal confirmou que, a política de ajuste trimestral no preço do GLP será mantida.

E é certo que haverá aumento. Pelos cálculos do economista Carlos Thadeu Filho, do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o preço do gás subirá entre 15% e 20%, o que terá impacto forte nos índices de inflação e, claro, no bolso dos consumidores, sobretudo os mais pobres.

Para Adriano Pires, diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura, não há motivo, neste momento, para um reajuste tão elevado do gás de cozinha.

Nas contas dele, o aumento deve ser de 0,05%, ou seja, praticamente nada, pois o dólar caiu e o petróleo se manteve dentro do previsto, com pequeno ajuste. O gás está tão caro, que muitas famílias mais pobres voltaram a cozinha no fogão a lenha.


0 visualização